Capital de giro para combater as crises: Como controlar?

Nesse cenário de pandemia que o novo coronavírus, adequar ou atualizar o capital de giro é essencial para a sobrevivência do negócio. 

Neste momento, recursos em caixa funcionam como uma reserva, para cobrir os prejuízos que toda empresa enfrenta em épocas de instabilidade econômica. 

Vale lembrar, que o capital de giro é primordial para micro, pequenas e médias empresas, que não dispõe de muito capital armazenado. 

Mas afinal de contas, qual a importância do capital de giro? E como a minha empresa deve controlá-lo? É o que responderemos em seguida.

 

Importância do capital de giro

O capital de giro, como o próprio nome, é aquele dinheiro que faz o dinheiro da empresa girar, literalmente. Por isso, trata-se de valores que são usadas no curto prazo, e são essenciais para a manutenção das atividades da empresa. 

Nesse cenário atual que vivemos, ocasionado pelo Coronavírus, o correto uso do capital de giro é essencial para a sobrevivência da empresa. Afinal de contas, essa crise já tem demonstrado vários impactos econômicos sobre as empresas, como foco nos micro e pequenos negócios. 

Com a redução de faturamento, fica difícil evitar a inadimplência, pagar todos os funcionários e arrecadar com os custos de fornecedores. 

E é justamente por esses motivos que a correta manutenção do capital de giro é tão importante, pois ele permite que a empresa continue funcionando. 

Como controlar o capital de giro?

Para manter o capital de giro no enfrentamento da crise, você precisa ficar atento ao planejamento financeiro da empresa. 

Confira abaixo algumas formas práticas de controlar o seu capital de giro o mais rápido possível. 

Fique atento com as contas a pagar e receber

O passo inicial é manter um controle rígido do fluxo de caixa e definir valores de contas a pagar e receber nos próximos meses. 

Essa é uma etapa essencial para definir o capital de giro necessário para contornar os efeitos da crise, e saber quanto a empresa tem disponível em caixa para arcar com seus compromissos. 

Uma dica importante é a criação de planilhas e plataformas de gestão financeira, que ajudam a manter um controle rigoroso sobre o capital de giro e reduzir erros nas previsões e contas financeiras. 

 

Visão de longo prazo

É claro que planejar o “presente” é muito importante para tempos de crise. Mas você não deve descartar um planejamento a longo prazo, sobretudo porque a recuperação financeira se estende além do período da crise em si. 

Sendo assim, considere as medidas necessárias para uma retomada da saúde financeira do negócio depois da turbulência, definindo o capital de giro necessário para enfrentar problemas como esse futuramente. 

 

Planejamento de inadimplência

Com a crise do Covid-19, além da redução de vendas, todas as empresas correm riscos com a famosa inadimplência. 

A crise afeta as finanças da população no geral, e por isso sua empresa deve fazer uma projeção financeira de no mínimo três meses. 

De maneira simples, podemos observar a importância do capital de giro e as melhores formas de controlá-lo, afinal de contas, esse é um recurso muito útil para a manutenção da saúde financeira de todas as corporações. 

Esse conteúdo foi útil para você? Se sim, não deixe de compartilhá-lo em suas redes sociais.           

Fale Conosco

Quer saber mais sobre nossa linha de produtos? Fale conosco.

× Fale Conosco