Como exercer liderança na crise?

Em um cenário em que empresas já sentem o impacto da pandemia de coronavírus, o papel do líder é essencial para conduzir e deixar a equipe preparada para continuar entregando bons resultados. 

Por causa disso, é necessário engajar pessoas, entender a importância de uma construção transparente com os colaboradores e desenvolver a empatia. 

Mas como fazer isso em meio a tantas incertezas? É isso que trataremos a seguir! 

Entendendo a importância de liderar na crise

Em cenários de crise, a atuação eficaz do líder é fundamental para engajar colaboradores e minimizar os riscos para o seu negócio. 

Em meio a uma crise tão complicada como a que enfrentamos atualmente, é muito importante que um líder se posicione corretamente, para que sua equipe tenha segurança e motivação para trabalhar. 

Com a pandemia, quem ocupa o cargo de liderança precisa de adaptar ao cenário, controlando os recursos humanos e o planejamento financeiro ao mesmo tempo. 

Mas como fazer isso? Continue acompanhando a leitura e descubra conosco. 

 

Três dicas para liderar na crise

A importância do líder é clara em momentos de crise. Mas como liderar com eficiência? Elencamos algumas dicas nos itens a seguir. 

Seja sincero e abra o jogo

Com os problemas financeiros ocasionados pela crise, é muito importante que o líder saiba dialogar com a equipe de forma honesta e realista. Mesmo que seja para falar sobre problemas. 

Os colaboradores de uma empresa estão atentos ao fato de que vários setores das suas respectivas empresas, estão desacelerando em um cenário de incertezas, e por isso a correta comunicação interna é de fato muito importante. 

Seja claro sobre a situação financeira da empresa, evitando ruídos comunicacionais que podem ocorrer nesses períodos. 

 

Proteja seus colaboradores

Ao exercer liderança na crise, é importante proteger os colaboradores e não pensar somente nos números. 

Claro que algumas demissões acabam sendo inevitáveis, pois com a redução do faturamento, pequenas empresas encontram dificuldades para quitar suas folhas de pagamento. 

No entanto, é necessário pensar que todos os colaboradores têm famílias, dificuldades, obrigações financeiras e angústias nesse momento conturbado. 

Então, como líder, é essencial levar esses múltiplos fatores em consideração ao gerir as equipes e a empresa. 

 

Seja exemplo

Responsabilidade e consciência são palavras-chaves durante uma crise. 

Se esses elementos não fizerem parte da postura da sua postura como líder, não espere que eles sejam colocados em práticas pelos colaboradores. 

Como não liderar na crise?

Infelizmente, alguns líderes não se adequam durante a crise, criando mais confusões dentro de suas empresas. 

A grande maioria deles não é transparente na comunicação, ignoram a crise, não demonstram empatia pelos colaboradores e não criam planejamentos. 

Trabalhar assim nas crises, piora bastante a situação interna e externa das empresas, porque quando uma equipe fica sem comando, ela não têm ambições nem objetivos. 

Por todos os aspectos observados mencionados, podemos findar dizendo que liderar com responsabilidade e empatia nas crises, é fundamental para a manutenção das empresas, sendo um verdadeiro respiro em tempos de crise. 

Interessante aprender um pouquinho sobre a liderança em tempos de crise né? Se o conteúdo foi útil para você, não deixe de compartilhá-lo em suas redes sociais. 

 

Fale Conosco

Quer saber mais sobre nossa linha de produtos? Fale conosco.

× Fale Conosco